quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Esta noite a terra tremeu em Portugal

Dormia embrenhado até ao pescoço, nos cobertores peludos e quentinhos, quando acordei em sobressalto pelo tremelicar estridente dos pratos e dos copos da cozinha e um notável abanar da minha cama.
Primeiro ainda me veio à ideia que era um pesadelo e uma alma penada com algo contra a minha pessoa lançava a sua fúria embalando a minha cama quentinha. Contudo, lá fora e no interior no prédio, os cães ladravam gravemente e as pessoas entravam em alvoroço, havendo até quem saisse para a rua protegido pelo seu pijama colorido com ursinhos e outras coisas fofas.
Durou mais ou menos dois minutos numa escala de seis de intensidade de Richter. Supostamente já seria suficiente para causar danos bem visíveis, mas tudo o que abanou permaneceu tal e qual como estava antes.
Que seja sempre assim.

3 comentários:

Susana disse...

Eu bem fiquei na minha caminha com o pijaminha aos ursinhos a dormir xD
Nem sequer acordei...parecia uma ignorante de manhã que não percebia nada das conversas.

Cão k Fuma disse...

Tremeu? Não dei fé...A xaleca por vezes treme e nao são seis....nem sequer são da escola do ritcher ou lá que raio de estrangeiro é. Só sei que por vezes a Xaleca treme no grau máximo da escola de Jocas...Olha, e pijamas ás riscas, há? Lol....lembrei agora as cadeias. Tas a imaginar os Metralhas, com aquelas bolas de ferro na pata, pijama riscado e com numero de carga, a querer sair á rua no pánico? Por falar em tremer...domingo lá vais tu ficar de molho...Benfas 1 - PORTO 3

AmSilva® disse...

Ouvi dizer que tremeu e não foi pouco...
mas eu estava longe, mas mesmo assim cá em casa um vidro partiu-se...
Abraço