segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Este fim-de-semana alguém me confidenciou da existência de professores portugueses a ensinar os meninos ingleses.

Pelo inicio do ano soube que faltavam milhares de professores nos lugares das escolas inglesas, a praticamente todas as disciplinas. O critério essencial resumia-se a dominar muito bem a língua inglesa e possuir licenciatura adequada. Mas…a que raio se deve esta falta de professores num país onde tanta gente estuda e se considera um exemplo de país desenvolvido.
A verdade é que os naturais de terra de sua majestade à muito que fogem a sete pés do ensino e uma parte importante dos que lá estavam desertou. As escolas ficaram um caos e já ninguém tinha mãos nos alunos, mal-educados e demasiado protegidos pelo sistema geraram verdadeiros focos de problemas pelas escolas do país.
Entretanto, os professores vieram da Índia e de outros países dessas redondezas, aproveitando os lugares deixados vagos pelos que partiram em debandada.
Esperemos mais uns anos e em Portugal acontecerá o mesmo, aliás, como disse o Senhor Doutor Jorge Pedreira, quando não houver portugueses vai-se ao Brasil e arranja-se lá uma carrada deles.

Um comentário:

Susana disse...

Agora sou eu sem Internet...a minha irmã fez o favor de me avariar o computador -.-' Até me passo!
Enfim...venham de lá os professores brasileiros, para o ensino "melhorar" ainda mais em Portugal...é que isto está óptimo.
Passa lá por o blog...a professora Armanda já anda a ver se me publica aquilo =) Grande mulher ! Hehehehe
Beijinhos
[www.susanagsousa.blogspot.com]