quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Fui a Itália...

Olá malta: amigos e colegas. A minha primeira viagem teve como destino Itália, de facto um país deslumbrante.
Seja como for, vou-vos contar os pormenores. Estava eu ainda na cama de ressaca de minis e recebo um telefonema da empresa a perguntar se eu conseguia estar pronto ao meio dia de domingo para arrancar para a Itália. Ora, eu farto de estar em casa respondi prontamente de forma positiva. Foi o cabo dos trabalhos para preparar a roupa, comida, e as pequenas coisitas de higiene pessoal. Mas, enfim, com muito aferro lá consegui estar pronto a horas. Posto isto foi a viagem aluciante até Mangualde; acho que voei no lugar de andar com as rodas bem assentes na estrada, de tal forma que o meu pai se enconstou com o coração colado ao banco sem dizer um aí...
Chegado lá já estava o meu colega à minha espera e a primeiro coisa que me disse foi exactamente isto: é você a levar o camião. Nesse momento flamejou-me assustado o coração porque eu nunca tinha conduzido um "bicho" tao grande. Mas corajoso arranquei ainda aos soluções porque a caixa é muito diferente de um carro normal. Logo na primeira paragem perante um semáforo a arrancar estava com a marcha atrás engatada mandei um solavanco para trás que o táxi que estava na retaguarda recuou num ápice para aí uns 20 metros, eheheheh.
E lá fomos nós aos arranques até à A25. Olhem quando cheguei a Vilar Formoso arrepiei-me de nostalgia de Portugal, país que apesar de ter sido cruel para mim continua a trespassar-me o coração como uma espada do rei Artur.
Dormi-mos já perto da França e demanhã tomamos o pequeno almoço eram 9 horas. As espanholas sao muito simpáticas e giras...eheheh
Chegou-se a hora de arrancar e passamos França dormindo já perto de Génova para o primeiro cliente. Nem queiram imaginar as peripécias mirabolantes para decarregar demanhã.
Daí seguimos por Bolonha, Parma até ao segundo cliente e avançamos para o terceiro situado a sensivelmente 7 horas daí, nos longínquos arrabaldes de Nápoles. Aqui estava -3º, de tal forma que quando me levantei e sai à rua para fazer o xixizinho matinal a minha pilinha ficou tão envergonhada que por momentos pensei que a tinha perdido, eheheh, e depois como era? Posto isto foi carregar numa pequena mas belíssima cidade e arrancar a todo o gás para Portugal. Pareciamos o TGV nos tuneís Italianos, sempre a malhar forte e feio...
Mas olhem se consideram os portugueses loucos na estrada é porque nunca conduziram em Itália, é a lei da bala.
Há, e porra não compreendo como num país com tantas mulheres bonitas há tantos paneleiros. Até fazem sinais aos camionistas a oferecerem os seu préstimos. Enfim...
Na volta comemos num restaurante em Espanha.O bife era tão grande que saía para fora das bordas de um prato já de si gigantão. No final os camineros tiveram direito a trazer uma garrafa de vinho para Portugal.
Só para rematar não me posso esquecer que tomei banho numa área de serviço na entrada de França, sentido Itália- França. Bem andava lá uma inspecção e lá fui eu perguntar ao senhor: Monsieur, je veux pendre une duche, lol. Mandou-me para a casa de banho das mulheres. Lá estava eu a fazer a barba e eis que entra uma mulher toda assustada ao ver-me ali e eu lá lhe disse Le WC des hommes c´est fermé. Olhem qual não fo o espanto quando ela nos viu a falar português e nos retorquiu "ei eu sou brasileira". Vinha com o marido, também camionista.
...assim de professor passei a Camionista ou mais pomposamente Motorista TIR.
E digo-vos uma coisa malta: é preciso ter tomates para ser camionista no Internacional. Não imaginam como é, só experimentando. E não percebo porque somos tão odiados pela polícia...somos humanos - comemos, cagamos, mijamos e fo... tal qual as outras pessoas portuguesmente falando.
Até à próxima meus amigos
Forte abraço aqui do Joni

2 comentários:

RoSiTa disse...

ola:)
Tive a ler e curti mt a tua primeira viagem... Imagino alucinante, muito divertida e cheia de peripécias engraçadas :)
Fartei-me d rir :) lol
Vou esperar pr mais historias...
No fundo kro desejar-t td a sorte do mundo e dzr k te admiro pla tua coragem e força para enfrentares a vida..
Um grande beijo

RoSiTa disse...

ola:)
Tive a ler e curti mt a tua primeira viagem... Imagino alucinante, muito divertida e cheia de peripécias engraçadas :)
Fartei-me d rir :) lol
Vou esperar pr mais historias...
No fundo kro desejar-t td a sorte do mundo e dzr k te admiro pla tua coragem e força para enfrentares a vida..
Um grande beijo