quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Os textos que escrevo tem erros. Poís é, tal deve-se a minha tentativa falivel de tentar acompanhar a fértil memória e imaginação com o teclado.
Vocês sabem...

2 comentários:

Ana Morais disse...

Ola stôr...pois é não o consigo chamar de outar forma!
já la vai um tempito desde a ultima aula q nos deu!!!
Lembro me da primeira vez q entrou pa nos dar aula...de mts aulas q nos rimos consigo...das outras tantas aulas em q nos falava da sua aldeia...as aulas em q tinha um ar mais sério...de mts momentos...
Mas deixe mos o passado...E aproveito o presente apveitando ao maximo as aventuras pela Europa c/ o seu camiao!
E quando der um pulinho a vila nova...avise q a pixereka vai ter consigo!
bj

Cristina disse...

Olá Joni:

É mais forte do que eu... não resisto...e depois, tu deste o mote ao falar de erros. Então aqui vai a minha contribuição:

"Os textos que escrevo têm erros. Poís é, tal deve-se à minha tentativa falível de tentar acompanhar a fértil memória e imaginação com o teclado.
Vocês sabem"

Por agora foram só três acentos...para a próxima evita coisas como "tentativa de tentar"...é que pleonasmos, faltas de acentos e de pontuação...só mesmo o Saramago...Quando lá chegares, já te podes dar a esse luxo!!!

Beijinhos e boas aventuras pelos caminhos da escrita.

Cristina